Sobre as coisas que o rio traz.

Lago em Sraussberg Margem abandonada  vestígio
De argonautas de testa chata

ou um rio e as coisas que o rio traz lentamente, quase imóveis, na correnteza.

imgSantagostina1.jpg

Sant’agostina ou Da Delicadeza com que a Água Leva os Cadáveres é uma performance em processo do COLETIVO ERRÁTICA, sendo desenvolvida a partir da ocupação de uma antiga draga ancorada na margem do Rio Caí em Montenegro.  O barco condenado é o Argo, é o barco do Caronte e a jangada frágil com que Ulisses atravessa o Mar Egeu. O objeto-morto-barco é o mirante-ponto de vista de onde se vê a água e, na água, as coisas que a água gentilmente traz.

Direção: Francisco Gick; Orientação: Jezebel De Carli; Performers: Bruno Teixeira, Francisco Gick, Guega Peixoto, Gustavo Dienstmann, Luan Silveira, Luana Camila Marasca, Marcelo Carvalho, Nina Picoli e Thaís Backes; Registro Fotográfico: Francisco Gick.